domingo, 30 de dezembro de 2012

Educação, meio ambiente e medo de desastres naturais são as maiores preocupações das crianças



Por: Equipe ANDI
30/12/2012

O ChildFund Brasil divulgou hoje a terceira edição da pesquisa Small Voices Big Dreams – Pequenas vozes,

grandes sonhos. O estudo entrevistou 6.200 crianças que responderam seis perguntas, incluindo, pela primeira vez, questões sobre meio ambiente. O levantamento constatou que uma, em cada três crianças de países em desenvolvimento, já vivenciou secas (40%), inundações (33%) ou queimadas (30%). Uma, em cada duas crianças quer investimentos maiores na Educação.
No Brasil 104 crianças participaram da pesquisa, representando 2% do total de meninos e meninas entrevistadas em 47 países. As maiores preocupações dessas crianças estão relacionadas ao meio ambiente, na seguinte ordem de grandeza: com a poluição (37%), desmatamento (23%), desastres naturais (14%) e com a poluição da água (12%). "As pessoas gastam muita água e às vezes eles cortam os tubos que levam a água para as casas e desviam para outros lugares. Gostaria que parassem de cortar as árvores e jogar lixo nas ruas, porque o lixo deve ser colocado na lata de lixo. Eu gostaria que todos respeitassem o meio ambiente e os direitos humanos.", disse Tainara de 11 anos.

Coerente com a ênfase na educação, a maioria das crianças nos países em desenvolvimento, sonha com profissões que exigem uma educação universitária, como a de médico (27%) e de professor (24%).

A maior preocupação ecológica constatada não foi um desastre natural, mas a crescente ameaça de poluição no meio ambiente. Um em cada quatro entrevistados (26%) citou diversas formas de poluição como o "problema ambiental que mais as preocupam". Paralelamente, uma em cada três crianças (33%) nos países desenvolvidos destacou a poluição como sua maior preocupação ambiental.

Quando perguntados o que fariam para mudar o ambiente em torno de sua comunidade, 28% das crianças de países em desenvolvimento disseram que é necessário plantar árvores e construir mais parques. Um número semelhante (29%) das crianças dos países desenvolvidos, disse que a principal prioridade seria reduzir ou parar de jogar lixo em lugares impróprios.

"Se você fosse presidente ou líder de seu país, o que você faria para melhorar a vida das crianças em seu país?" Um em cada dois (50%) dos entrevistados nos países em desenvolvimento disseram que melhorariam a educação ou ofereceriam maiores oportunidades de geração de renda. Outros 22% supririam necessidades básicas como alimentos, roupas e abrigo, que foi a resposta mais citada entre crianças de países desenvolvidos (25%). 

A pesquisa foi realizada pela ChildFund Alliance, entre junho a agosto de 2012, e o resultado finalizado no dia 20 de novembro, em comemoração ao Dia Universal da Criança. 



Estela Caparelli, UNICEF no Brasil
E-mail: mecaparelli@unicef.org
Telefone: (61) 3035 1963

Pedro Ivo Alcantara, UNICEF no Brasil 
E-mail: pialcantara@unicef.org
Telefone: (61) 3035 1983

Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Conanda)
Telefones: 61. 2025.3525 / 3524 / 3534 / 9192 / 3698 / 9689 / 9866
Fax: 61.2025.9604

Míriam Maria José dos Santos, presidente do Conanda
Telefone: (31) 2103.1200
Miriam.santos@salesiano.br
conanda@sedh.gov.br

Secretaria de Estado da Criança
E-mail: ascom.crianca@gmail.com
Telefone geral: (61) 3361-9617
Chefe da Assessoria de Comunicação: Carla Lisboa

ChildFund Alliance
E-mail: yan@flaviapresoti.com.br
Telefone geral: (31) 9215.3571
Assessoria de Comunicação: Yan Presoti
Tags: CidadaniaInclusão socialDesenvolvimento SustentávelDire 

Nenhum comentário:

Postar um comentário