sexta-feira, 16 de agosto de 2013

BOMBARDEIO DE PAPEL



16/08/2013 

Fonte: Instituto Alana 



Instituto Alana notifica papéis Chamequinho por site com jogos e cursos direcionado a crianças, tudo com a presença da mascote da marca.

Utilizar sites com jogos e atividades para atingir as crianças e divulgar marcas já foi tática da Colgate e da Vedacit, entre muitos outros. Agora é a vez da International Paper do Brasil, na promoção dos papéis Chamequinho.

A estratégia se apoia no fato de que as crianças estão cada vez mais na internet: entre crianças de 5 a 9 anos, 27% já usaram a internet, e com 10 anos a proporção é de 52%. Com 11 anos, já chegamos a 64%, segundo indica pesquisa TIC de 2010.  Outra pesquisa, de 2012, mostrou que 47% das crianças e adolescentes acessam diariamente a internet. Assim, ao inserir as marcas, ou seus personagens, através de jogos, no momento de lazer dos pequenos, as crianças passam a associá-las a diversão e brincadeiras, sem perceber que o objetivo daquele site é vender um produto. Desse modo, a empresa se aproveita da ingenuidade da criança para estabelecer uma relação positiva entre ela e seu produto, fidelizando-a como consumidora.

O site do Chamequinho,  é um mundo fantasioso de desenho, em que para acessar as diferentes áreas, você anda com a mascote da marca. Nas áreas “Clube Chamequinho” e “Área do educador” – que embora tenha esse nome também é direcionado ao público infantil – os pequenos encontram jogos e atividades, sempre com o personagem Chamequinho ou que incentivam o uso dos produtos da marca. Com o site inteiro desenvolvido pensando nelas, cheios de atrativos visuais e jogos, fica difícil para a criança resistir.

Considerando essas abusividades, o Instituto Alana enviou em julho uma notificação para a International Paper do Brasil, relatando a atividade constatada e pedindo que parem com essa comunicação mercadológica. No momento, aguardamos a resposta da empresa.

Acompanhe o caso:

Foto: Timo Kirkkala 

Nenhum comentário:

Postar um comentário